Coletivos de escrita se apresentam como uma rede, um ponto de apoio e um porta-voz para todas as iniciativas coletivas de escrita com fins socioliterários.

Rede

Cada Coletivo de escrita funciona de maneira independente, porém divide uma linha de conduta com os outros Coletivos de escrita. Uma Carta comum é assinada por cada Coletivo de escrita. Esse “substrato”  comum construído no âmbito da rede local, visando o desenvolvimento de uma escrita coletiva com dimensão social e portanto engajada  é uma oportunidade  para os Coletivos de escrita de se estabelecerem em rede e de dividirem regularmente (uma vez por ano) as experiências locais, tanto no que concerne à metodologia experimentada quanto às temáticas abordadas. É uma ocasião para cada Coletivo de  encontrar  outros grupos semelhantes, porém  dotados de uma especificidade própria. O próximo encontro dos Coletivos de escrita  ocorrerá na Bélgica, em novembro de 2013.

Apoio metodológico e tecnológico

Todo Coletivo de escrita conta com a possibilidade de, através de seu orientador, receber conselhos ou mesmo um acompanhamento metodológico.

Há ainda a  possibilidade para um Coletivo de escrita, de se beneficiar de uma orientação  externa. Toda solicitação deverá ser endereçada à info[a]collectifsdecrits.org.

Para a numeração da publicação, o Coletivo de escrita poderá contar também com apoio tecnológico, devendo apenas fazer a solicitação prévia.  

Um porta-voz

Durante o encontro anual dos Coletivos de escrita, o site www.coletivosdeescrita.org é um meio para cada Coletivo de se tornar visível no espaço público numérico, junto aos demais Coletivos de escrita e com relação ao grande público.

O site acolherá cada uma das publicações realizadas no âmbito de um Coletivo de escrita.

Com o acordo dos participantes, a publicação poderá ser enviada aos responsáveis políticos e/ou econômicos respectivos.